Dicas para pais com filhos hiperativos

Confira 10 atividades para criança hiperativa! – Kinedu Blog

Dicas para pais com filhos hiperativos

outubro 6, 2020

• por: Kinedu

A criança hiperativa passa por uma condição que dificulta o controle do comportamento. Uma boa ajuda para as famílias são as atividades desenvolvidas para elas.

É comum que a criança hiperativa seja bastante ativa, e isso pode tornar difícil a rotina da família.

O diagnóstico de TDAH — Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade — se divide em três categorias: falta de atenção, impulsividade e hiperatividade.

Neste artigo, vamos mostrar para você como desenvolver em casa atividadespara criança hiperativa e, assim, redirecionar toda a energia extra.

Confira nosso post e boa leitura!

10 atividades para criança hiperativa

Compartilhamos abaixo 10 dicas de atividades para criança hiperativa do aplicativo Kinedu. Baixe GRÁTIS o app e acesse +1.800 atividades para ajudar no desenvolvimento do seu filho!

1. O que vou vestir hoje?

Tudo o que você precisa são as roupas que serão vestidas pelo seu filho ou filha. Então, pergunte os nomes das peças e quais as cores presentes nas roupas. Nessa atividade do Kinedu, o importante é a consistência, então faça esse exercício diariamente. Ela ajudará seu filho com a atenção e a memória.

2. Lembranças do parque

Lembre o seu filho dos momentos em que vocês estiveram no parque ou na pracinha perto de casa. Então, faça perguntas como:

  • Quem estava lá?
  • Quais brincadeiras aconteceram?
  • O que comeram?
  • O que beberam?

Ajude seu pequeno a encontrar os objetos em casa que se relacionam com essas memórias do parque. Além de estimular a memória e a atenção, esta atividade incentiva o seu filho a se expressar.

3. Rimando de volta

Nesta brincadeira, estimulamos a pronúncia, o conhecimento de novas palavras e a memória. Comece escolhendo um livro de rimas e explicando para o seu filho o que é uma rima. Depois, leia trechos do livro e peça para ele pensar em palavras que rimem com as que foram ditas durante a leitura.

Baixe GRÁTIS o Kinedu e acesse +1.800 atividades de desenvolvimento infantil!

4. Dentro e fora do arco

Com um bambolê ou círculo desenhado no chão, peça para seu filho ficar dentro e explique isso para ele: “Agora você está dentro do círculo”. Faça o mesmo para quando ele estiver fora do círculo ou do bambolê. Esta atividade estimula tanto a área cognitiva quanto a área física da criança.

5. Trem da família!

Convide outros membros da família, explique que brincarão de trem e que cada um será um vagão. De mãos dadas, formando uma linha, corram ao redor do cômodo fazendo barulho de trem. Aumentem a velocidade o máximo que a criança conseguir. Além de gastar energia e fortalecer os laços afetivos com os familiares, essa atividade estimula o seu filho a correr com segurança.

6. Compartilhe e chute

Convide pelo menos um familiar, pegue uma bola e uma rede de futebol. Brinque com eles de chutar a bola e marcar gols. Então, deixe-os jogar livremente com apenas uma bola. Essa atividade incentiva o compartilhamento, o autocontrole e a inteligência emocional.

7. Brincando com meus amigos

Convide um amigo da criança e coloque blocos de montar no chão, pedindo para que construam uma torre juntos. Durante a atividade, observe se a criança hiperativa:

  • compartilha os brinquedos;
  • segue orientações do colega;
  • mantém a atenção na atividade.

Esta atividade estimula a socialização e a coordenação das mãos.

8. Como os amigos agem

Escolha o filme favorito do seu filho e separe algum material com os personagens (revistas recortadas ou bonecos). Então, peça para a criança lembrar de algum momento em que os personagens se ajudaram.

Depois, conversem sobre a amizade e o modo como amigos agem. Finalize a atividade trazendo para a realidade exemplos de amizade da criança e colegas. Esta atividade estimula o desenvolvimento de relações sociais.

9. Corrida corporal

Com imagens de partes do corpo, como: cabeça, braços e pernas, pegue 3 almofadas e coloque-as ao redor da sala onde a criança hiperativa correrá. Cada almofada com uma imagem. Explique que vocês correrão de uma almofada para outra e dirão o nome da parte do corpo que está na imagem. Esta atividade do Kinedu irá ajudar seu filho a gastar energia e estimulará sua atenção e cognição.

10. Um ponto por palavra

Escreva as seguintes palavras em cartões:

Cole cada cartão em um copo plástico e alinhe-os com uma bola de futebol na frente. Diga ao seu filho que vocês vão chutar a bola em direção aos copos e pronunciar a palavra daquele derrubado.

Toda criança hiperativa deve frequentar as consultas médicas indicadas, incluindo pediatra e psicólogo. Além disso, você pode aproveitar o Kinedu para acompanhar o desenvolvimento do seu filho e, principalmente, praticar em casa atividades para criança hiperativa que sejam educativas — como essas do post.

Aproveite agora mesmo para conhecer e baixar o app Kinedu!

Источник: https://blog-pt.kinedu.com/atividades-para-crianca-hiperativa/

Como lidar com um filho hiperativo

Dicas para pais com filhos hiperativos

A hiperatividade atinge cada vez mais crianças e adolescentes, um pouco por todo o mundo. Conviver de perto com uma pessoa hiperativa não é de todo fácil e principalmente para os pais é uma tarefa que exige forças sobre-humanas. Saiba como lidar com um filho hiperativo e ajude-o no seu dia-a-dia.

Acalme-se

Embora seja muito difícil para um pai manter-se calmo perante o verdadeiro vendaval de atividade que é o seu filho, é forçoso que ambos os progenitores mantenham a tranquilidade face a este problema.

A criança hiperativa não se encontra em condições de perceber que o seu comportamento desajustado implica sofrimento para os pais, e não será capaz de compreender a razão de os seus adultos se sentirem irritados e nervosos

Ao contrário de conseguir que a criança se acalme, o estado de intranquilidade dos pais apenas vai fazer com que desestabilize ainda mais a sua forma de estar. Por isso descontraia e não deixe transparecer para o seu filho o desespero que vai dentro de si.

Procure ajuda

Não precisa, nem deve sofrer sozinho. Lidar com um filho hiperativo, seja ele de que idade for, é sempre um problema enorme para os pais. Procurar ajuda assim que se desconfie de que algo não se encontra dentro dos parâmetros da esperada normalidade é sempre o melhor a fazer.

Marque uma consulta com o seu médico de família e exponha-lhe o problema que tem em casa.

O médico saberá exatamente para onde o encaminhar a fim de que o seu filho obtenha a melhor assistência possível, e também para que a sua vida e a dos restantes membros do agregado familiar não se transforme num inferno.

Encare o problema de frente

Muitos pais adotam a política da avestruz escondendo a cabeça na areia para não encararem a realidade de um filho com problemas de comportamento.

Preconceitos antigos e uma boa dose de ignorância à mistura levam a que alguns progenitores sintam até uma espécie de vergonha por terem um filho hiperativo, como se de alguma forma isso menosprezasse o seu valor enquanto educadores. Nada mais errado! Há que encarar o problema da hiperatividade de frente e com coragem.

Atitudes de negação não vão ajudar a resolver a situação, muito antes pelo contrário. O seu filho está muito longe de ser a única criança a padecer desse problema. Muito mais crianças na escola do seu filho, no seu bairro, na sua rua, quem sabe se até na sua própria família apresentam sintomas de hiperatividade.

Seja valente e assuma que tem um filho hiperativo. Lide com essa verdade sem medos e sem cobardias. Ajude o seu filho ao demonstrar-lhe que não é varrendo para debaixo do tapete que se limpa uma casa.

Não menospreze a situação

Não caia na tentação fácil de menosprezar a hiperatividade do seu filho. Uma criança hiperativa não é uma criança mimada, ou mal comportada.

Uma criança hiperativa é alguém que sofre de perturbações importantes a nível de comportamento, perturbações essas que irão condicionar a sua capacidade de concentração e de aprendizagem pela vida fora.

Não subestime o facto de o seu filho ser hiperativo, ele irá precisar de todo o seu apoio e de toda a ajuda especializada que você poder angariar.

Se o seu filho hiperativo for devidamente acompanhado poderá assimilar conhecimentos académicos tal como as outras crianças da sua idade, irá aprender a assumir posturas que o incluam na sociedade e irá muito provavelmente tornar-se num adulto autónomo e independente. Mas isso depende em muito da forma como vai disciplinar os seus filhos.

Informe-se

Nos dias de hoje a informação, até mesmo a informação especializada, está disponível um pouco por todo o lado. Informe-se, mantenha-se atualizado sobre os sintomas da hiperatividade, sobre as estratégias que poderá adotar para melhor lidar com o seu filho.

Procure aprofundar os conhecimentos que for adquirindo, pesquise, estabeleça comparações, procure pais de outras crianças com o mesmo problema. Não cruze os braços, nem deixe todo o trabalho de acompanhar o seu filho apenas a médicos e professores.

É dentro de casa, e no seio da família mais chegada, que a criança hiperativa precisa de um melhor cuidado.

Colabore ativamente no plano de educação elaborado para o seu filho

As crianças hiperativas beneficiam de um plano de educação individualizado e pensado para o caso especifico de cada uma delas. Esse plano educacional é elaborado por pessoal especializado nas escolas e em conjunto com psicólogos e terapeutas da problemática em questão.

Não permaneça fora desse plano.

Você é uma das partes mais interessadas e é também quem melhor conhece o seu filho. Inclua-se ativamente na educação da sua criança, apresente sugestões, critique, proponha melhorias.

Mantenha a escola informada sobre os progressos e recuos de que você se for apercebendo, e exija que o incluam sempre a si em tudo o que for decidido em prol do seu filho.

Levante a cabeça

Ser hiperativo não é fruto de uma educação desregrada, nem você é um mau pai porque tem um filho com hiperatividade. Não é culpa sua se o seu filho não consegue obedecer a regras, nem respeita ordens. Não é também culpa do seu filho. Nem você escolheu ter um filho assim, nem a criança decidiu ser hiperativa.

“Culpa” é uma palavra que você tem de banir do seu vocabulário em relação ao seu filho hiperativo. Não permita jamais que o acusem a si de negligência ou de descaso. Não se deixe enxovalhar quando sair com o seu filho à rua e ele causar um autêntico ciclone no supermercado, no café ou no centro comercial.

Ninguém tem o direito de o criticar, nem a si e muito menos à sua criança.

A lei prevê que todos os cidadãos tenham direitos e deveres iguais, e que todos sejam incluídos na sociedade de forma semelhante, mas tendo em atenção as necessidades especificas de casos especiais.

Levante a sua cabeça, orgulhe-se de si, orgulhe-se do seu filho. Vocês são lutadores e certamente vão vencer.

Ter um filho hiperativo pode causar uma real devastação na vida familiar. Muitos casamentos se desmoronam, e muitas relações se deterioram devido à presença de uma criança que simplesmente não se consegue controlar.

No entanto hoje em dia existem estratégias e até medicação capazes de proporcionar uma melhor qualidade de vida à criança hiperativa, e aos restantes familiares. Procure o seu médico assistente, procure uma instituição especializada perto de si, pesquise por ajuda.

Você não precisa de estar sozinho e se estiver bem elucidado sobre o problema da hiperatividade lidará muito melhor com o seu filho.

Источник: https://pequenada.com/artigos/como-lidar-com-filho-hiperativo

Embarazo saludable
Deja una respuesta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: