Dormir durante a gravidez

Sono de grávida: as melhores posições para dormir bem em todos os meses da gestação – Pais&Filhos

Dormir durante a gravidez
As melhores posições para dormir  durante a gravidez (Foto: iStock)

Depois de arrumar os travesseiros pela cama, encontrar a melhor posição para dormir, levantar, ir até o armário para pegar mais travesseiros, se esquecer da dor nas costas e conseguir dormir um tempinho… bum! Lá está você de olhos arregalados de novo, em plena madrugada, justo no finalzinho da gravidez. Nem parece que poucos meses atrás, no início da gestação, você sofria do contrário: vontade de dormir o tempo todo.

Os nove meses de gestação propiciam à mulher dois momentos diferentes em relação ao sono. No primeiro trimestre, os bocejos chegam até antes do resultado positivo do teste de gravidez.

Dá vontade de dormir muito – se não o tempo todo, pelo menos várias horinhas espaçadas ao longo do dia, para quem pode se dar a esse luxo, claro.

As pernas pesam, os olhos idem e, quando você menos percebe, está pescando.

Ter muito sono nos primeiros meses de gestação é normal. O aumento dos níveis de progesterona, uma espécie de sedativo natural, ajuda a provocar a sensação.

Nessa fase, o bebê está na chamada embriogênese (processo de formação do embrião), que ‘puxa’ muita substância materna.

Por isso, mesmo que a mãe se alimente corretamente e use suplementos de vitaminas, acaba se sentindo muito mais cansada que o normal.

Dormindo melhor na gestação

Também é no comecinho da gravidez que a futura mãe, provavelmente, terá de mudar sua posição para dormir.

Os seios ficam muito sensíveis desde os primeiros dias, o que é má notícia para as que sempre pegaram no sono de bruços.

“Deitar de barriga para cima também não ajuda as que têm tendência ao ronco ou à apneia (parada da respiração durante o sono)”, diz a neurologista Rosana Cardoso Alves, filha de Antônio e Conceição.

O melhor é ir se acostumando com a posição ideal para gestantes: o decúbito lateral esquerdo. Traduzindo, goste ou não, será melhor deitar-se sobre o lado esquerdo do corpo.

Essa acomodação deixa livre a veia cava, que devolve o sangue da parte inferior do corpo para o coração. Conforme sua barriga vai aumentando, o útero pressiona mais e mais essa veia quando você se deita do lado direito, o que pode trazer falta de ar.

Nas grávidas com hipertensão, dormir do lado esquerdo é obrigatório.

Depois de um período de calmaria no segundo trimestre, quando o sono se regulariza, o terceiro volta a abalar as noites da gestante. Os movimentos do bebê, a falta de ar, a vontade de fazer xixi várias vezes durante a noite graças à compressão da bexiga pelo útero, a compressão da veia cava, a ansiedade com o futuro, tudo pode dificultar o sono no final da gestação.

Alguns livros para gestantes afirmam que essa falta de sono é uma espécie de treino para as noites em claro que você vai passar depois que seu filho nascer.

Mas calma! Passar algumas horas rodando na cama não prejudica a mãe ou o bebê – desde que, é claro, você consiga dormir em algum momento.

Caso a insônia vire um transtorno incontornável – como passar a noite toda em claro –, é bom pedir ajuda de algum medicamento fitoterápico para o médico. Não tome nada sem a autorização dele. Quando a causa da insônia é a ansiedade, a psicoterapia também pode ajudar.

A melhor posição para a grávida dormir é do lado esquerdo (Foto: Getty Images)

6 posições para dormir na gravidez

Qualquer posição

No primeiro trimestre, a mulher ainda consegue dormir bem em qualquer posição que quiser, mesmo de bruços. Com os hormônios da gravidez em alta, sono e cansaço é o que não falta, então essa acaba sendo a fase em que a mulher grávida mais dorme — cerca de 10 a 12 horas.

De lado

A partir do segundo trimestre, essa é a melhor posição para a maioria das gestantes. Como a barriga já cresceu um pouco, dormir de bruços fica cada vez mais difícil e, com a mulher deitada de lado, a barriga consegue se apoiar bem no colchão.

Virada para o lado esquerdo

No final da gravidez, o útero está tão grande e pesado que ele pode comprimir a veia cava. Para evitar isso, a grávida precisa dormir virada para o lado esquerdo, pelo menos a maior parte da noite. Assim, a veia cava é descomprimida, há uma circulação sanguínea adequada tanto para a mamãe quanto para o bebê e o inchaço nas pernas é reduzido.

Rodeada de travesseiros

Usar um travesseiro extra sob a cabeça ajuda a reduzir a falta de ar e deixa a respiração mais livre, enquanto colocar um travesseiro entre as pernas encaixa o quadril e reduz a sobrecarga das costas. Já para sustentar a barriga de lado, dá para usar um travesseiro comum ou apostar em um travesseiro mais longo e que abraça toda a lateral do corpo.

Com a cabeceira da cama elevada

Conforme o útero vai crescendo, a pressão sobre o diafragma, o músculo responsável pela respiração, aumenta, dando a sensação de falta de ar.

Além de manter a calma e respirar pela boca, mais devagar e profundamente por uns cinco minutos, você pode elevar a cabeceira sob os pés da cama.

Com a cabeça mais elevada, o peso da barriga não fica em cima do diafragma e a respiração fica mais fácil.

Dormir e acordar sempre no mesmo horário vai ajudar tanto o seu sono como, futuramente, o do bebê (Foto: Getty Images)

  • Durma com travesseiros extras onde sentir necessidade, como entre as pernas, sob a barriga ou atrás das costas. Existem modelos especiais para grávidas, procure em lojas de artigos para bebês.
  • Durma sobre o lado esquerdo do corpo. Caso sinta muito desconforto na coluna, vire-se por alguns segundos, mas volte à posição.
  • Atenção à temperatura do quarto. A gestante geralmente sente bem mais calor que o normal, e uma colcha a menos pode fazer muita diferença.
  • À noite, faça refeições leves. Evite carnes, alimentos de difícil digestão e aqueles que lhe dão azia.
  • Um copo de leite morno ou um chá de ervas pode ajudar você a pegar no sono mais facilmente (já que levantar para urinar é mesmo inevitável).
  • Pratique exercícios físicos durante o dia, mas somente aqueles indicados para gestantes, como hidroginástica, ioga, alongamento e caminhadas curtas.
  • Mantenha a regularidade.  Dormir e acordar sempre no mesmo horário vai ajudar tanto o seu sono como, futuramente, o do bebê.

FONTE: Neurologista Rosana Cardoso Alves

Источник: https://paisefilhos.uol.com.br/gravidez/sono-de-gravida-as-melhores-posicoes-para-dormir-bem-em-todos-os-meses-da-gestacao/

Descubra as melhores posições para grávida dormir

Dormir durante a gravidez

Tempo de leitura: 10 minutos

A barriga está crescendo e você não consegue mais encontrar um jeito confortável para descansar à noite? Aquela história que você provavelmente já ouviu sobre as melhores posições para grávida dormir não é mito ou “receitinha de avó”. Realmente, há maneiras que ajudarão você a ter um sono mais tranquilo e relaxante nestes 9 meses de gestação.

A gravidez é um período mágico. Apesar de todos os obstáculos que aparecem, a mulher encara tudo isso com bastante satisfação. A partir do quarto mês, as mudanças no corpo são bem mais efetivas e é, justamente, quando os problemas para dormir começam.

Você não consegue mais dormir de bruços porque sente bastante pressão na barriga e acorda com azia. O peso e a posição do bebê também passam a influenciar o lado que você dorme. E vem desconforto por cima de desconforto. Atire a primeira pedra a mamãe – principalmente de primeira viagem – que nunca perdeu uma noite de sono por conta desses incômodos!

Se você chegou até aqui é porque provavelmente quer uma saída! Não prometemos uma solução para o problema, pois essa é uma questão bastante particular. Contudo, mostraremos sim como dormir na gravidez sem tanto incômodo..

Falaremos ainda sobre algumas informações que geram muitas dúvidas para as grávidas. Por exemplo, há diversas pesquisas afirmando que dormir do lado esquerdo é mais seguro para a saúde do seu bebê. Será que é verdade? Vamos descobrir no post!

Melhores posições para grávida dormir

De bruços, de lado ou de barriga para cima? Nós analisamos cada uma dessas três melhores posições para grávida dormir para ajudar você a decidir.

Dormindo de bruços

A grávida consegue dormir de bruços até o quinto mês de gestação, sem nenhum incômodo!

Dormir de bruços nos primeiros meses não é contraindicado e não oferece grandes riscos para o bebê.

Inclusive, você consegue manter-se dessa maneira até o quinto mês de gestação sem nenhum problema. Contudo, é importante conversar com o seu obstetra para saber se o seu caso em especial permite essa posição.

Mulheres com gravidez mais delicadas e sobrepeso devem evitar essa posição já no início da gestação.

No primeiro mês pode ser que seja um pouco desconfortável dormir de barriga para baixo. Esse desconforto também retorna no final do quarto mês. A razão é a sensibilidade nos seios, que chega a incomodar bastante todas as grávidas.

Dormindo de lado

Uma das melhores posições para grávida dormir é do lado esquerdo, pois favorece o fluxo sanguíneo para a mãe e para o bebê.

Deitar de lado, é uma das melhores posições para grávida dormir e foi, inclusive, motivo de pesquisa.

Um estudo publicado na revista científica The Journal of Physiology e idealizado pela Universidade de Auckland, na Nova Zelândia, mostra que deitar do lado esquerdo é a melhor posição para dormir na gravidez.

Ao deitar o corpo do lado esquerdo, a grávida não comprime a Veia Cava Inferior, responsável por levar o sangue até o coração. Isso permite, consequentemente, uma quantidade de sangue oxigenado suficiente para a mãe e para o bebê. O sangue flui melhor pelo cordão umbilical e, com isso, os riscos de complicações diminuem, de fato.

Dormindo de barriga para cima

Dormir de barriga para cima pode dificultar a respiração durante a noite.

A partir do quarto mês, essa é uma posição não muito bem vista por obstetras. O estudo que apontamos no tópico anterior mostra que grávidas, quando dormem de barriga pra cima, aumentam o risco de morte do bebê.

Essa posição também comprime bastante a Veia Cava Inferior, não permitindo que o sangue circule completamente, levando o oxigênio necessário para a mãe e para o bebê. A sensação de mal-estar e falta de ar é bem comum nesta posição.

Por outro lado, há grávidas que preferem se manter assim, pois conseguem dormir sem interromper constantemente o sono. A nossa dica é: utilize travesseiros mais altos, que permitem que seu corpo fique mais inclinado. O risco de ter problemas de oxigenação é bem menor dessa maneira.

Dormir na rede

Dormir na rede pode ser uma saída para grávidas que não encontram uma boa posição na cama.

Dormir de rede pode ser uma ótima saída para as grávidas que não conseguem encontrar uma posição confortável durante a noite. A rede beneficia a posição da mamãe, que fica com a cabeça mais suspensa, diminuindo os riscos de azia pela manhã.

Atente-se apenas para o tamanho da rede. Prefira as mais largas, que permitem uma boa movimentação durante a noite. Para ter ainda mais conforto, tenha um travesseiro para colocar embaixo da barriga e deixá-la totalmente apoiada e outro para suspender mais as pernas e evitar o inchaço comum.

Você pode perceber que as melhores posições para grávida dormir dependem muito do seu acompanhamento médico. Então desde o início do pré-natal, converse com ele sobre essa questão para evitar desconfortos. Quanto mais cedo você adaptar a forma como dorme na gravidez, mais facilidade terá de ter boas noites de sono quando a barriga estiver maior.

É possível machucar o bebê enquanto dorme?

Há um mito que a mulher pode machucar o bebê enquanto dorme. Isso não é possível, se considerarmos apenas a posição. A sua barriga tem a proteção ideal para que você se movimente à vontade durante a noite e sem preocupação.

A posição de dormir não machuca o bebê. Isso é um mito.

O que pode acontecer é o bebê se sentir mais acomodado de um jeito do que de outro. Nos meses mais avançados da gravidez, você perceberá que ele chutará bastante quando a posição estiver incômoda. Basta observar esses sinais e descobrir como dormir melhor.

Contudo, a posição para gestante dormir pode machucar o bebê se você sofrer acidentes, como cair da cama, por exemplo.

Melhores posições para grávida dormir: almofadas e outros truques

As melhores posições para grávida dormir também dependem de alguns truques que você pode aprender nestes 9 meses. Como o corpo muda gradualmente, praticamente todo mês é preciso descobrir uma nova forma de ter um bom sono. Tudo é adaptação.

E para melhorar essa adaptação, reduzindo os riscos de cãibras, azia, apneia, etc. há alguns truques que listamos mais abaixo:

Eleve as pernas antes de dormir

Deixar as pernas suspensas por 1 hora antes de dormir diminui a incidência de cãibras noturnas.

O inchaço dos pés e das pernas é também uma grande queixa das grávidas. Isso incomoda bastante na hora de deitar e causa cãibras frequentemente.

Uma maneira de eliminar o problema é deitar-se e deixar as pernas elevadas pelo menos 1 hora antes de se acomodar e dormir. Você pode também, sempre que tiver uma oportunidade durante o dia, deixar as pernas levantadas para reduzir mais o inchaço.

Hoje também é possível encontrar travesseiros para pernas, permitindo que elas fiquem mais elevadas durante a noite. Caso você opte por dormir de barriga para cima, essa é uma boa opção para ter noites mais tranquilas e sem cãibras.

Tenha muitos travesseiros

Os travesseiros ajudam a grávida a se acomodar melhor durante a noite.

A gestante pode trazer o máximo de travesseiros e almofadas que quiser para sua cama, principalmente a partir do quinto mês.

Eles ajudam a acomodar melhor a barriga e fazem com que a mulher durma bem mais confortável. Existem ainda, modelos de travesseiros próprios para grávidas, como é o caso dos “Minhocões” ou body pillow.

Ter pelo menos um faz toda diferença para uma noite de sono mais tranquilo.

Evite travesseiros muito moles

Travesseiros fofinhos, mas muito moles podem incomodar também e não gerar sustentabilidade na barriga durante a noite. Prefira os modelos mais cheios, com espuma mais dura e que não “amassem” ao deitar. Travesseiros do tipo “Nasa” são os ideais, pois se moldam de acordo com o seu corpo e não causam desconfortos.

Coloque um travesseiro entre as pernas

Esta é uma dica válida até mesmo para quem não está grávida. Colocar um travesseiro entre as pernas ajuda na circulação do sangue, evitando cãibras e desconfortos durante a noite. Na gravidez essa necessidade se intensifica justamente devido os formigamentos e dormências constantes.

Evite sonecas longas durante o dia

Tirar muitas sonecas durante o dia também pode comprometer o sono noturno.

A realidade é: quanto mais sono você conseguir guardar para a sua noite, mais chances terá de não acordar com tanta facilidade.

Assim, ao trocar de posição, por exemplo, a mamãe não desperta e leva muitos minutos para adormecer novamente. Sabemos que em alguns períodos, a vontade de dormir é bastante intensa.

Portanto, você está liberada para sonequinhas de no máximo 60 minutos.

Preocupe-se com o seu colchão

Nos primeiros meses você perceberá que isso não terá grande importância, mas já da metade para o final da gravidez, as dores serão mais intensas e bem desconfortáveis.

Colchões mais moles podem não trazer uma boa sustentação para a coluna e para a barriga.

Caso não queira investir um colchão novo apenas neste período, você pode comprar um pillow top com base mais firme e adaptar na sua cama.

Existem também outras maneiras de ter uma boa noite durante os 9 meses de gestação. São mudanças que não dependem da posição para dormir, mas que ajudam a ter um sono mais tranquilo e relaxante. Por exemplo:

  • Evite consumir muito líquido antes de deitar. Isso evita que você acorde muitas vezes para ir ao banheiro;
  • Alimente-se no máximo 2 horas antes de dormir para que a digestão seja completa;
  • Evite consumir alimentos com cafeína depois das 18 horas;
  • Tenha um ambiente confortável. Observe se a ventilação e a iluminação promovem uma bom descanso;
  • Evite aparelhos celulares e outros eletrônicos. Eles promovem a insônia.

O que você achou das nossas dicas sobre as melhores posições para grávida dormir? Conte-nos qual a posição que acham melhor!

E como sabemos que esse é apenas o início de uma grande aventura chamada maternidade, queremos convidar você a conhecer os benefícios de prolongar a amamentação e outros posts sobre Saúde da Mulher que há em nosso blog!

Источник: http://saobernardo.com/blog/melhores-posicoes-para-gravida-dormir/

É normal dormir muito durante a gravidez?

Dormir durante a gravidez

A gravidez é um bom momento para as mulheres levarem mais a sério suas necessidades de sono e se esforçarem para descansar mais e melhor. Portanto, não é preciso se preocupar por dormir demais durante esse período.

A gravidez pode ser uma experiência desgastante para o corpo da mulher, especialmente durante o primeiro e terceiro trimestres. Por essa razão, dormir muito durante a gravidez é uma ótima maneira de reduzir o estresse emocional e o desconforto físico acumulado.

Então, é compreensível que as mulheres grávidas precisem de descanso adicional e não possam continuar com a mesma quantidade de horas sono que tinham antes de engravidar.

Nesse sentido, é recomendável dormir no mínimo 8 horas à noite. Também é preciso destacar a importância de se acostumar a um horário para dormir a fim de reduzir a fadiga e as consequências negativas da gravidez.

O cansaço durante a gravidez

A emoção e o desejo de ter o bebê assim como os medos naturais da maternidade podem ser fatores estressantes. Tudo isso pode fazer com que as futuras mamães se sintam mais cansadas do que o normal. Ademais, pode afetar a qualidade do sono. Portanto, é normal dormir muito durante a gravidez.

Quando as mulheres engravidam, um dos primeiros sintomas que podem notar é o cansaço. De fato, geralmente elas precisam dormir mais, dependendo do estágio da gravidez.

Durante o primeiro trimestre, uma mulher grávida pode sentir a necessidade de dormir mais do que o normal devido aos altos níveis de progesterona.

Esse hormônio favorece o crescimento da placenta. Existe também o aumento da demanda de nutrientes para o feto em desenvolvimento. Logo após o primeiro trimestre, elas recuperaram um pouco de energia.

Felizmente, a partir do segundo trimestre, o sono melhora na grande maioria dos casos. As mulheres podem manter um sono adequado ao dormir do lado esquerdo e praticar exercícios moderados, embora não perto da hora de dormir.

À medida que a gravidez avança no terceiro trimestre, as gestantes começam a se sentir cansadas novamente. Isso pode acontecer devido ao esgotamento físico causado pelo crescimento do bebê e ao desgaste natural do corpo da mãe.

Geralmente, sim, é normal dormir muito durante a gravidez. Como você viu anteriormente, muitas mulheres aumentam suas horas de sono devido, entre outras coisas, ao cansaço e às preocupações.

Por isso, se você dorme por muitas horas durante o período de gestação, não há motivo para preocupações. Estar grávida significa cuidar de si em todos os níveis. Isso significa alimentação, hábitos saudáveis, atividade física, etc.

Então, como não poderia ser diferente, isso inclui um bom descanso. Ouça o seu corpo, e se você se sentir cansada, simplesmente descanse mais horas do que o habitual, especialmente durante o primeiro trimestre.

Nessa fase, o corpo deve se adaptar ao consumo de energia e calorias que o desenvolvimento do bebê exige.

Se você dorme com seu parceiro, recomendamos que aproveite a oportunidade para perguntar se ele reparou alguma irregularidade no seu sono, como ronco ou insônia.

Nesse caso, vá ao médico para discutir qualquer anomalia que possa representar cansaço e aplicar o melhor tratamento.

“As mulheres grávidas precisam de descanso adicional e não podem continuar com a mesma quantidade de horas de sono que tinham antes de engravidar”

Dicas para dormir muito durante a gravidez

Durante a primeira e última fase da gravidez você se sentirá bastante cansada. Por isso, vai precisar dormir muito, mesmo que em algumas noites tenha problemas para conseguir descansar.

Além disso, se você tiver dificuldade em relaxar, recomendamos que você siga as seguintes dicas para melhorar a qualidade do seu descanso:

  • Relaxe com um banho de água quente à noite.
  • Não beba café ou chá com cafeína depois das 14:00.
  • Jante pelo menos 2 horas antes de dormir.
  • Faça as necessidades antes de ir para a cama.
  • Encontre uma postura confortável. É recomendável que se apoie do lado esquerdo para dormir.
  • Faça exercícios regulares para beneficiar a saúde mental e física.
  • Coloque técnicas de relaxamento em prática
  • Estabeleça horários e rotinas.

Por fim, lembre-se de que dormir muito durante a gravidez é algo que nem sempre acontece com todas as mulheres.

Para algumas, dormir de 8 a 10 horas a cada noite torna-se cada vez mais difícil à medida que avançam nessa fase especial da vida que é a gravidez.

Pode interessar a você…cansaço na gravidezdormir na gravidez

Источник: https://soumamae.com.br/e-normal-dormir-muito-durante-a-gravidez/

Insônia na gravidez: 6 principais causas e o que fazer

Dormir durante a gravidez

A insônia na gravidez é uma situação comum que pode acontecer em qualquer período da gestação, sendo mais frequente no terceiro trimestre devido às alterações hormonais comuns da gestação e desenvolvimento do bebê. No primeiro trimestre de gravidez, a insônia é mais comum de acontecer devido à ansiedade relacionada com o início da gestação.

Para combater a insônia e dormir melhor, a mulher pode colocar um travesseiro entre as pernas para ficar mais confortável, evitar bebidas estimulantes após as 18h e dormir em um ambiente tranquilo e com pouca luz, por exemplo.

A insônia na gravidez é mais comum de acontecer entre o final do segundo trimestre e o terceiro trimestre de gravidez, podendo acontecer devido a diversos fatores, sendo os principais:

1. Alterações hormonais típicas da gravidez

Durante a gravidez há alteração nos níveis de hormônios, principalmente progesterona e estrogênio à medida que a gestação se desenvolve.

Durante esse período, o aumento dos níveis de progesterona no início da gravidez pode ter efeito sedativo sobre o sistema nervoso, o que pode fazer com que a mulher sinta mais sono durante esse período, no entanto é comum que esse sono não seja revigorante e seja muitas vezes interrompidos, isso porque esse hormônio também pode atuar nos músculos do sistema urinário, além de também estar relacionado com náuseas, o que pode fazer com que a mulher acorde várias vezes durante a noite.

Além disso, o aumento do estrogênio também pode estar associado com a insônia, isso porque esse hormônio possui efeito estimulante, o que pode fazer com que seja mais difícil adormecer, além de também poder fazer com que a mulher acorde mais vezes durante a noite e não consiga dormir em seguida.

2. Aumento da vontade de fazer xixi

A maior vontade para fazer xixi é uma das principais causas de insônia na gravidez e acontece devido ao fato de que à medida que o bebê desenvolve-se há mais pressão na bexiga, de forma que não é necessário tanto volume de urina para que fique cheia e exista a vontade de ir ao banheiro.

Além disso, o aumento da concentração de progesterona no sangue também pode atuar nos músculos do sistema urinário, resultando em mais idas ao banheiro. Dessa forma, a maior vontade para fazer xixi pode fazer com que a mulher se levante mais vezes durante a noite para ir ao banheiro, resultando na insônia.

3. Azia

A azia é também uma situação que pode estar relacionada com a insônia na gravidez e pode acontecer como consequência do aumento dos níveis de progesterona.

Esse hormônio pode atuar diminuindo o fluxo intestinal e relaxando o esfincter esofágico, o que pode fazer com que o ácido gástrico volte para o esôfago e garganta, levando ao aparecimento dos sintomas de azia, que podem ser bastante desconfortáveis. Saiba como identificar os sintomas de azia na gravidez.

4. Ansiedade ou estresse

A ansiedade e o estresse são situações comuns durante a gravidez, principalmente no primeiro trimestre, e podem também fazer com que ocorra a insônia, isso porque é muitas vezes difícil relaxar e descansar diante dessas situações, podendo o sono ser pouco revigorante e levando a mulher a acordar várias vezes durante a noite ou dormir poucas horas.

5. Tamanho da barriga

O tamanho da barriga, principalmente no final da gravidez, pode também causar insônia, isso porque é mais difícil encontrar uma posição confortável para dormir e que ajude a relaxar.

6. Braço ou perna adormecidos

É comum que durante a gravidez braços ou pernas fiquem adormecidos, sendo muitas vezes consequência da posição que a mulher dorme, podendo haver comprometimento da circulação sanguínea do local, fazendo com que fique dormente, o que pode ser desconfortável e fazer com que a mulher não consiga dormir.

Insônia na gravidez prejudica o bebê?

A insônia durante a gravidez não prejudica o desenvolvimento do bebê, no entanto estudos recentes demonstraram que a diminuição da qualidade do sono das gestantes podem aumentar o risco de parto prematuro. Isso seria devido ao fato de que devido à insônia haveria maior liberação de hormônios relacionados ao estresse a à inflamação, como o cortisol, por exemplo.

Dessa forma, caso a grávida tenha insônia, é importante consultar o obstetra e, em alguns casos, psicólogo para que consiga relaxar e ter uma noite de sono ideal. Além disso, é recomendado que a mulher tenha uma alimentação adequada e pratique atividade física conforme orientação do profissional de educação física e obstetra.

O que fazer para dormir melhor na gravidez

Para combater a insônia e dormir melhor, a mulher pode seguir algumas dicas que podem ajudar a relaxar mais facilmente e ter uma boa noite de sono, como por exemplo:

  • Ir dormir sempre à mesma hora, num quarto tranquilo;
  • Colocar um travesseiro entre as pernas para ficar mais confortável;
  • Tomar o chá de erva-cidreira e evitar café e outras bebidas estimulantes após às 18h. Veja uma lista dos chás que a grávida não pode tomar;
  • Evitar ambientes muito claros e barulhentos, como shoppings e centros comerciais à noite;
  • Se tiver dificuldades para dormir ou voltar a pegar no sono, fechar os olhos e concentrar-se somente na sua respiração.

O tratamento para insônia na gravidez pode ser feito também com medicamentos, mas eles só devem ser prescritos pelo obstetra. Confira outras dicas para solucionar a insônia na gravidez.

Veja essas e outras dicas para dormir melhor no vídeo a seguir:

Источник: https://www.tuasaude.com/insonia-na-gravidez/

Embarazo saludable
Deja una respuesta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: