Nomes do menina de origem Russo com 5 letras

Palavras em russo que eu amo

Nomes do menina   de origem Russo com 5 letras

Sendo uma criança crescida na antiga Alemanha Oriental, o russo tinha para mim uma importância secundária na época: ele estava presente, pois meus avós, meus pais e meus irmãos mais velhos tiveram russo na escola e me diziam algumas palavras em russo, mas para mim, sempre foi uma coisa da RDA (República Democrática Alemã) e do passado. O futuro, sem dúvida, era o francês.

E assim, eu aprendi francês fluentemente, com a ideia de que russo‚ “é mesmo difícil demais” e “não tem um som bonito” – pelo menos, eu pensava assim, até o segundo ano do ensino médio, quando ouvi uma colega russa da minha turma falar com a mãe ao telefone.

De alguma forma, os sons do idioma produzidos por ela eram totalmente diferentes do russo que eu conhecia.

Provavelmente, porque eu até então só tinha ouvido essa língua de não-nativos ou nos filmes de Hollywood, onde russos de verdade nunca eram escalados para o papel. A cada palavra da minha colega, ficava mais claro que eu nunca tinha ouvido essa língua direito.

Russo de verdade era simplesmente diferente, claro, direto e, para os meus ouvidos alemães, não tinha nada de duro, ríspido ou furioso, mas sim, algo poderoso e de peso.

Então, eu me apaixonei. Não pela minha colega, mas pelo idioma russo, por palavras em russo. Entretanto, o russo ainda era um desconhecido para mim: não foi oferecido na minha escola, e além disso, ainda era aquela coisa que representava o passado; uma língua que eu nunca iria precisar.

Mas, as coisas acontecem de forma diferente do que se pensa: eu passei um ano no Canadá e lá, conheci um homem – com cabelos longos que indicavam seu bom gosto musical, que era bem humorado, tinha raízes russas e talento para me convencer que eu queria passar o resto da vida com ele.

Quem acha que depois dessa decisão, eu imediatamente enfiei a cara nos livros de russo, acertou. E quem acha que eu desisti rápido, também acertou: depois da minha primeira tentativa, com frustração diante da minha incapacidade de descobrir quando se diz [a] ou [o], eu desisti. Nos cursos da faculdade, eu também negligenciei o russo – novamente, em favor do francês.

O ponto decisivo veio afinal, quando eu comecei na Babbel. Trabalhar para uma empresa que ensina idiomas, e que também oferece cursos de russo, esgotou minhas desculpas. E assim, eu comecei a estudar russo devagar mas com segurança – a ênfase aqui recai sobre devagar.

Eu posso confirmar que russo não é um idioma fácil, mas eu também acho que se exagera quanto ao grau de dificuldade: com exceção de “a”s, “o”s e raras letras mudas, a escrita russa reproduz bem a oralidade.

O russo toma emprestado muitas palavras do latim, italiano, francês e alemão, que possibilitam memorizar vocábulos mesmo sem conhecimento de uma outra língua eslávica, e o resto também vai entrar na minha cabeça alguma hora.

Além disso, o russo simplesmente tem caráter – e algumas palavras lindíssimas. As minhas favoritas até o momento seguem agora:

Substantivo: “chinelos/pantufas (calçado de casa)”

O termo домашние тапочки, ou simplesmente тапочки, denomina “chinelos”. Foi uma das primeiras palavras que eu aprendi em russo.

Quando meu marido me perguntou onde estavam seus тапочки, eu soube imediatamente do que se tratava, pois a sonoridade onomatopaica de Тапочки combina perfeitamente com “chinelos”.

O suave tap, tap, tap que se produz ao caminhar está intrínseco ao nome – e até mesmo o verbo топать (topat) dá nome ao ruído dos sapatos (tap, tap, tap). Por causa disso, essa palavra faz parte domeu vocabulário diário também quando eu falo inglês ou alemão.

Substantivo: “boneco de neve”

A palavra russa снеговик não pode ser traduzida por completo. Снег (sneg) significa “neve” e вик (wik) é um sufixo, que forma um nome a partir de outro.

Substantivo: “ouriço”

O ouriço tem nomes muito curiosos em muitas línguas, e se este artigo fosse sobre minhas palavras favoritas em inglês, tanto hedgehog como furze-pig estariam nele.

Esta última é uma denomiação antiga para ouriço em inglês, que soa muito engraçada para mim, que sou falante de alemão, pelo fato de furzen significar peidar em meu idioma. Mas aqui tratam-se das minhas palavras favoritas em russo, e ёжиk se encaixa bem.

É o diminutivo de ёж, ou seja, um “ouricinho” – e a palavra também soa exatamente como um ouricinho bisbilhoteiro que mete o nariz em todo lugar.

Substantivo: “tomate”

Russo é o primeiro idioma eslávico que eu aprendo. Foi simples memorizar os vocábulos em inglês e em francês devido ao parentesco entre línguas e empréstimos de palavras. Já com russo, eu tenho dificuldades de decorar as palavras. Isso implica em um exercício excessivo de memória, onde eu às vezes tenho que procurar associações muito distantes.

Minha técnica de memorização para помидор é a razão pela qual esta palavra entrou para esta lista.

Помидор soa como pomme d’or (“maçã d’ouro” em francês) e produz com isso gloriosas associações de tomates bem vermelhos e maduros que brilham ao sol dourado… Eu fiquei encantada quando descobri que помидор realmente vem do italiano pomi d’oro (plural de pomo d’oro, ou seja, de pomodoro) e assim significa, literalmente, “maçã de ouro”.

Por transferência, a palavra traduzida significa “tomate”. Por alguma razão, a palavra Помидор soa para mim como um personagem de um romance de Alexandre Dumas. Помидор é, na minha idealização, um tomate-maçã de ouro com um chapéu mínimo de mosqueteiro (eu disse que minha técnica de memorizar busca associações bem longe às vezes!).

Substantivo: “fevereiro”

Em geral, o mês de fevereiro não é tão bom: estando na Europa, ele é o mês, onde todos já estão cheios do inverno, seus feriados (carnaval e dia dos namorados) são considerados infantis ou cafonas, e além disso ele é menor do que os outros meses.

Todas estas injustiças são compensadas através da palavra russa para “fevereiro”, февраль: a palavra começa com um suave [f], desliza sobre um [e] brandamente sobre um vibrante [w], para então culminar em um vigoroso e vibrante [ra] e terminar em um decente [l]… Este jogo de sons atribui à palavra uma natureza suave e ao mesmo tempo majestosa, que aniquila o clichê de que russo é uma língua dura.

Verbo: “encontrar-se”

Quando um alemão vive em um país estrangeiro, ele ouve muitas coisas sobre a língua alemã. O que mais se ouve é o boato de que o alemão não tem vogais. Por conta de palavras como Strumpf (meia), com sete letras, sendo apenas uma vogal, fica difícil contestar isso.

Mas pelo menos, eu posso revidar, usando exemplos de palavras como Встречаться (que começa com quatro consoantes) – pelo menos com meus amigos falantes de russo nativo: “HA! Sim, nós temos palavras enormes, mas vocês também! Ha, ha, ha! Viram só?“ Por esta razão, eu gosto da palavra Встречаться: é a carta escondida na minha manga. Pelo menos, até eu conseguir pronunciá-la.

Substantivo: “matriosca”

A cultura russa e as матрёшки, aquelas bonecas típicas de madeira, como cascas de amendoim coloridas que encaixam umas nas outras, são simplesmente indissociáveis. O nome матрёшка literalmente significa “matroninha”, ou seja, uma pequena matrona, e é o diminutivo do nome próprio feminino Матрёна (Matriona).

Tradicionalmente, a boneca maior que fica na parte exterior é uma mulher vestida com um sarafan (um vestido folclórico típico). As bonecas menores do lado de dentro podem variar o modelito (e até o gênero), e a menor das bonecas normalmente é um bebê feito de madeira maciça. Hoje, existem матрёшки em cores e modelos variados desde políticos, corujas, até gatos.

Elas sem dúvida conquistaram status cultural – é de se admirar que as bonecas fora da região de idioma russo sejam denominadas erradamente бабушка (babouchka), ou seja, “avó”. Obviamente, este erro cria alguns mal-entendidos e confusões. É exatamente por causa desses mal-entendidos que eu gosto da palavra матрёшка.

Quando meu pai era pequeno e participou de um intercâmbio escolar em Moscou, aconteceu a seguinte história:

Meu pai, na época um garoto, entrou em uma loja soviética de souvenir. Em uma parede estavam várias матрёшки enfileiradas que meu pai não consegue alcançar. Segue aqui o diálogo:

Meu pai: “Здравствуйте, у вас есть бабушка? (Zdrastvuite, u vas iest babouchka?)” – “Olá, a senhora tem uma avó?”

A vendedora: “Да, конечно! (Da, konetchno!)” – “Sim, claro!”

Meu pai: “Могу ли я купить её? (Mogu li ia kupit ieio?)” – “Posso comprá-la?”

A vendedora: “… нет!” (… net!) – “… não!”

Meu pai, que olhou para a parede cheia de матрёшки: “Почему нет? У вас же много бабушек! (Potchemu net? U vas ge mnogo babouchek!)” – “Por que não? A senhora tem muitas avós!”

A vendedora, muito rude: “Нет! (Net!)” – “Nein!”

Meu pai saiu ofendido da loja.

Não se preocupem, meu pai cresceu e também aprendeu a palavra correta para матрёшка. Por esta razão, sempre que ouço a palavra ou vejo uma das lindas e icônicas bonecas, eu lembro da história de como meu pai ficou ofendido por uma vendedora não querer lhe vender sua avó.

Advérbio: “em ordem, ok”

… e por falar em avós: a próxima e última palavra da lista das minhas palavras russas favoritas, eu aprendi com a бабушка do meu marido. Como eu ainda sei bem pouco russo, nossas conversas frequentemente não vão adiante.

Quando nós duas desistimos, ela diz “так” – “ok, pelo menos, nós duas concordamos que não adianta neste ponto”. Quando nós nos entendemos, também é “так” – “ok, está bem“. Por isso, eu gosto tanto da palavrinha “так”. Ela parece poder ser empregada universalmente.

Tomara que na minha próxima visita eu a ouça mais com o segundo significado (“ok, está bem“), por eu estar falando melhor russo.

Ilustração por Sveta Sobolev

Источник: https://pt.babbel.com/pt/magazine/minhas-palavras-favoritas-em-russo

Conheça o significado da música Pais e Filhos, da Legião Urbana

Nomes do menina   de origem Russo com 5 letras

Imagine esse cenário: uma rodinha de violão com os amigos, seja em um luau, num acampamento ou em uma festa. A pessoa que está tocando diz: me fala uma música para tocar!

Com certeza Pais e Filhos, da banda Legião Urbana, será pedida, pois é um clássico do rock nacional.

Créditos: Divulgação

Essa canção foi single do álbum As Quatros Estações, lançado em outubro de 1989, e até hoje é uma das músicas de maior sucesso da banda.

Mas você sabia que a letra dessa música fala sobre suicídio? Entenda melhor essa história nessa análise:

Conheça os significados por trás de Pais e Filhos

Para compreender a letra de Pais e Filhos, vamos analisar cada verso para desvendar a seriedade por trás da cada estrofe.

Estátuas e cofres e paredes pintadas
Ninguém sabe o que aconteceu
Ela se jogou da janela do quinto andar
Nada é fácil de entender

Como o próprio Renato já afirmou (e essa estrofe deixa explícito), a música é sobre uma garota que cometeu suicídio. Ele conta da confusão no momento que descobrem que a garota se jogou de um prédio e, por isso, não existirá mais o amanhã para ela

Источник: https://www.letras.mus.br/blog/significado-musica-pais-e-filhos/

Nomes curtinhos para meninos e meninas: 66 opções com poucas letras e significados lindos

Nomes do menina   de origem Russo com 5 letras
IrinaPodverbnaya/Shutterstock | IrinaPodverbnaya/Shutterstock

Saber o significado dos nomes é algo que pode ajudar na escolha de como o bebê vai se chamar: assim, a decisão passa também pelo simbolismo de virtudes que os pais considerem valiosas, caso julguem que esse parâmetro é importante. Abaixo, separamos uma lista de nomes curtos femininos e masculinos cheios de significados especiais.

Nomes curtos para meninos

DinaPhoto/Shutterstock

1. André: o nome tem origem grega (Andreas) e é calcado no elemento andrós, que significa «másculo», «viril», «masculino».

2. Bem: variante de Ben, nome hebraico que significa «filho». Em português, «bem» está relacionado a «tudo aquilo que é bom», «virtude» e «pessoa amada».

3. Bento: vem do latim e quer dizer «louvado», «abençoado».

Monkey Business Images/Shutterstock

4. Caio: tem origem no latim (Caius) e significa «alegre», «contente», «feliz».

5. Cauã: é um nome brasileiro de origem tupi e significa, literalmente, «gavião».

6. Ciro: originário do grego (Kyros), quer dizer «senhor», «dotado de plena autoridade». Está ligado ao nome Kurush, denominação que os persas davam ao sol. Ciro, o Grande, foi o nome de um rei persa que se tornou célebre por ter conquistado a região da Babilônia.

NataliaDeriabina / Istock

7. Davi: nome com origem hebraica (Dawid, Dawídh) e significa «querido», «amado», «predileto».

8. Dom: é a abreviação do sobrenome escocês Domnhall, que siginifica «senhor do mundo». Significa também «dádiva», «presente de Deus». A palavra «dom», em português, quer dizer também talento, habilidade especial.

9. Enzo: quer dizer «gigante», «vencedor» e «príncipe do lar»; a origem não é totalmente pacificada, sendo atribuída a variantes em latim, italiano e alemão.

Jen Dunham/shutterstock

10. Eric: está relacionado às simbologias da águia: vitória, poder e autoridade. Tais noções são explicadas pela possível origem germânica do nome (Erarich, que quer dizer «aquele que reina como a águia»).

11. Gael: não há origem certa e nem significado totalmente coeso, mas o sentido mais aceito é «abençoado», «generoso».

12. Hélio: tem origem no grego (Helios) e era o nome da divindade do sol na mitologia grega.

MIA Studio/Shutterstock

13. Heitor: também de origem grega (Héktor); significa “aquele que aguenta”, relacionando-se à virtude da tenacidade. Heitor era o nome de um príncipe de Troia que participou na Guerra de Troia; na Iliada, de Homero, foi representado como um valoroso herói.

14. Iago: variação galesa e espanhola do nome Jacó, originário do hebraico Yaaqobh, que significa «calcanhar».

15. Ian: é uma variação gaélica escocesa para o nome João, derivado do hebraico Iohanan ou Yehokhanan. Significa «presente ou graça de Deus».

Iren_Geo/Shutterstock

16. Iuri: uma das origens atribuídas ao nome é hebraica (Uri); quer dizer «a luz de Deus». É também um diminutivo russo para o nome Jorge, de origem grega (Geórgios) e significa «agricultor», «aquele que trabalha com a terra».

17. Leoni: o nome aparece tanto como feminino, quanto masculino. Relaciona-se com a palavra «leão», simbolizando alguém tão valente quanto esse felino.

18. Liam: diminutivo irlandês para o nome William e significa «aquele cuja vontade é proteger».

Yuri Chen/shutterstock

19. Lucas: vem do grego Loukás, apelido de Loukanós, e significa «luminoso» ou «iluminado».

20. Martin: significa «guerreiro». De origem latina (Martinus), este nome está relacionado a Marte, deus romano da guerra.

21. Nero: era o nome de um famoso imperador romano. Tem origem no latim e indica força, coragem e valentia.

AleksandarNakic/istock

22. Noah: é «Noé» em inglês e significa «aquele que tem vida longa».

23. Omar: considerada a origem árabe (ámara) deste nome, seu significado é «aquele que tem uma vida longa» ou «homem cheio de vida». Há também a origem germânica (otmar), na qual o nome significa «ilustre pela riqueza».

24. Otto: tem origem germânica e indica riqueza e prosperidade.

Chernikovy Sisters / Shutterstock

25. Pedro: de origem grega (Pétros), significa «pedra», rochedo» e, assim, está ligado a noções de força, resistência e firmeza.

26. Rael: possivelmente, se origina de uma diminuição do nome Israel, que vem do hebraico e quer dizer «Deus sustentou». Outro significado é «príncipe de Deus».

27. Ravi: tem origem no sânscrito e significa «o sol», carregando consigo a simbologia desse astro (luz, poder,etc).

Patryk Kosmider/Shutterstock

28. Rui: quer dizer «famoso pela glória»; é de origem germânica (derivado do nome Roderick).

29. Téo: é uma abreviação de Teodoro; possui origem grega (théos) e significa «Deus».

30. Thór: na mitologia nórdica, era o deus do trovão. Está relacionado às ideias de força e proteção.

Zoia Kostina/shutterstock

31. Tom: diminutivo de Tomas, cuja origem é aramaica (ta'oma'); significa «gêmeo».

32. Vitor: quer dizer «vitorioso», «vencedor». Sua origem é latina.

33. Zion: pronuncia-se «Zaion» e é equivalente a Sião, em português. Na Bíblia, é o nome da terra prometida dos judeus; a palavra também é usada para se referir a Jerusalém. Está ligado às noções de algo sagrado.

Nomes curtos para meninas

pixelheadphoto digitalskillet/Shutterstock

1. Agnes: de origem latina, significa «pura», «casta», «dócil».

2. Alice: nome bastante popular na França e na Inglaterra, Alice significa «de qualidade nobre». As representações de “defensora” e “protetora” também são atribuídas a esse nome.

3. Ana: o nome Ana vem do original em hebraico Hannah, mais tarde do latim Anna, que quer dizer «graciosa, cheia de graça». O nome feminino, que reflete o sentido de dádiva ou oferta, foi bastante popular durante o Império Bizantino e Idade Média.

Por Lopolo/ShutterStock

4. Angel: é a variação espanhola ou inglesa para Ângela ou Ângelo e significa «mensageira dos deuses».

5. Bela: pode ser considerado o diminutivo de Isabela e significar «casta», «pura» ou «consagrada de Deus». Mas também ganha o significado do adjetivo bela, em português, que quer dizer «formosa» ou «bonita».

6. Bia: de origem grega (bías), quer dizer «forte», «poderosa». Pode ser considerado também um apelido para Beatriz – que deriva do latim Beatrice e significa «feliz»- ou de Bianca, que tem origem italiana e significa «branca».

Natalia Kirichenko/Shutterstock

7. Brenda: possivelmente, o nome tem origem escocesa e significa «pequeno corvo fêmea».

8. Cléo: do grego kléos, significa «glória», «revelação». Pode ser também um diminutivo para Cleópatra, que também tem origem grega (Kleopatra) e quer dizer «a glória do pai».

9. Dara: normalmente relacionado à sabedoria, o nome Dara tem muitas origens: na língua hebraica significa «misericórdia». Em persa, significa «rico» e em Khmer (idioma oficial do Camboja) quer dizer «estrela». Já em irlandês, tem o significado de «árvore de carvalho».

Katrina Elena/ Shutterstock

10. Elis: com diversas origens, esse nome quer dizer «de linhagem nobre», «o Senhor é meu Deus», «Deus é salvação».

11. Eloá: antes muito usado em meninos, o nome passou a ser mais popular entre o sexo feminino por causa da terminação «a». Com simples sonoridade, o nome não significa nada menos do que «Deus», que tem como origem Eloah, do hebraico.

12. Emma: surgiu na Inglaterra por volta do ano de 1002: a rainha da Normandia chamava-se Emma, nome que acabou se tornando muito popular na região. É um terminologia feminina teutônica e significa “todo”, “universal”.

NadyaEugene/Shutterstock

13. Ester: significa «estrela» e tem diversas origens, entre elas o hebraico (Esther) e o latim (Stella).

14. Eva: o nome Eva tem origem no hebraico (Haww’ ou Havah) e quer dizer «ela viveu», «a que vive”, “dá vida”, “a vivente». É nome da personagem bíblica relatada no livro de Gênesis, no Antigo Testamento, como a primeira mulher da humanidade, criada por Deus.

15. Flora: era a deusa das flores e da primavera na mitologia romana. Tem significado relacionado a uma pessoa «florida», cheia de cores e de bem com a natureza.

Vivid Pixels/Shutterstock

16. Gaia: é a «Mãe Terra» na mitologia grega. O nome indica uma mulher forte, dona do mundo e com grande capacidade geradora.

17. Iara: de origem indígena, quer dizer «mãe d'água», «senhora das águas», «a beleza das águas» ou «dominadora».

18. Isis: nome da deusa egípcia da fertilidade e da maternidade, símbolo feminino e matriarcal. A versão grega deste nome significa «eu nasci de mim mesma, não venho de ninguém».

Flashon Studio/shutterstock

19. Ivy: tem origem no inglês (Ivi, Yvi), que significa «hera», nome de uma planta do tipo trepadeira.

20. Lia: significa «vaca selvagem» (do hebraico, Leah) ou, para os gregos, «aquela que é portadora de boas notícias». Outros significados indicam «aquela que tem olhos doces».

21. Lis (ou Liz): a flor-de-lis era um símbolo da realeza francesa que indicava poder, soberania e lealdade.

Henry Olden/Shutterstock

22. Lívia: significa «clara», «pálida», «lívida». É a versão feminina de Lívio, de origem latina (liviu).

23. Luma: o nome provavelmente é uma variação de Luna, que significa «lua» ou «brilhante» com origem no latim. O nome seria ainda atribuído à deusa romana da lua.

24. Maia: o significado é «grande”, «mãe», «aquela que dá a vida». Também remete à Deusa da mitologia grega que reinava na primavera, deu origem ao nome do mês de maio e indica fertilidade da terra e a possibilidade do renascimento.

ucchie79/Shutterstock

25. Maria: é um dos nomes mais populares para meninas. O significado é «senhora soberana» ou «a pura».

26. Mel: significa “dócil”, “suave”, provavelmente derivando do grego meli ou do latim mel.

27. Mia: vem do escandinavo, fazendo referência a uma forma reduzida de Maria. Quer dizer “estrela do mar”, “minha”, “quem é como Deus?” e indica paciência, sensibilidade e força.

Ahturner / Shutterstock

28. Nina: era o nome da deusa da fertilidade na Assíria e na Babilônia. Tem o significado de «graciosa» e «protetora da fertilidade e dos mares».

29. Olga: deriva do escandinavo (Halag) e significa «consagrada a Deus», «santa, «sublime».

30. Paula: tem origem no latim (Paullus) e quer dizer “pequena”, “de baixa estatura” ou «delicada».

Patryk Kosmider/Shutterstock

31. Rosa: faz referência à flor homônima e tem o sentido de «bela flor».

32. Thaís: este nome tem origem grega e significa «contemplada pela sua formosura» ou «contemplada pela sua formosura».

33. Zoe: de origem grega, significa «vida» ou «cheia de vida», representando, assim, alguém que vive a vida com alegria e intensidade.

Nomes para bebês que são tendência

Источник: https://www.vix.com/pt/maes-e-bebes/567666/66-nomes-curtinhos-lindos-e-com-significados-muito-especiais-para-meninos-e-meninas

Embarazo saludable
Deja una respuesta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: